Tag Archives: Jesus

A Videira Verdadeira

26 dez

Acabo de receber esse e-mail e não resisti. Vou ter que postá-lo aqui, principalmente no dia de hoje! Feliz Natal à todos!!!

Jesus é a videira verdadeira, de modo que todo aquele que está conectado a ele é nutrido de força e esperança, tornando parte de um corpo muito maior que chamamos de Igreja – Corpo de Cristo (Efésios 2:19,21-22) – que nada mais é do que uma multidão de amigos verdadeiros que juntos vivem a vida “nua e crua”, ou seja, a vida como ela é (Atos 2:42-47). Uma vida com Deus intermediada pela videira verdadeira, Jesus Cristo, o Nazareno, Judeu, Rabino, Deus.

É isso que Jesus Cristo quis dizer quando disse : “Eu Sou” (João 8:58). O evangelista nos revela em seus escritos, para o terror dos discípulos e desespero dos fariseus e simpatizantes que nutriam um certo ódio por Cristo. Afinal, diziam eles: “Pode vir alguma coisa boa de Nazaré?” (João 8:12: “Eu sou a luz do mundo”; João 10: “Eu sou a porta – que dá acesso para vida eterna”; João 10:11: “Eu Sou o bom pastor” – que já decidiu dar a vida por suas ovelhas; João 11: em meio à tristeza e à morte, ele diz: “Eu Sou a ressurreição e a vida”. Essas frases até hoje aquecem os nossos corações, porque o Judeu rabino de Nazaré é o próprio Deus encarnado! (Êxodo 3:14: “Eu Sou o que Sou” – Deus – Yavé).

Agora sim temos um pouquinho do sentimento daquele momento exato para observarmos a preciosidade do que Jesus está dizendo para o seu corpo, isto é, a igreja.

1. Jesus é a videira verdadeira

De modo que devemos estar conectados a ele com a nossa mente e coração. Devemos ser nutridos por sua ceiva, por sua água da vida! (João 4:10). Temos que entender de uma vez por todas que dependemos de Jesus para gerarmos frutos novos; vidas regadas pela ceiva da vida que vem da videira verdadeira, Jesus o Cristo. A sua Palavra nos nutri de forma que possamos ser geradores de frutos nutridos por Jesus. É a vida como ela é! É um processo pelo qual passamos, e precisamos para amadurecer. Há um tempo certo para isso, e não compete a nós julgarmos, pois somos ramos, iguais aos demais e precisamos de cuidados, porque precisamos produzir bons frutos. Também é verdade que um ramo ruim não gera fruto bom. Precisamos ser nutridos. Se o seu ramo não estiver recebendo a verdadeira ceiva da vida, ele secará. Por isso é necessário podar, eliminar os excessos para garantir a qualidade. O que precisamos entender é que este trabalho não é nosso; é o trabalho do agricultor. O nosso trabalho é de relacionarmo-nos com os demais ramos para estabelecer uma harmonia. Como, portanto, podemos estabelecer uma harmonia entre os ramos e a videira? Filipenses 2:2 explica: “Tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude”. Que tal esse desafio?

2. Deus é o agricultor, o Senhor da vinha

A vinha é um terreno no qual está plantado algumas videiras. O fato de Deus ser o senhor da vinha deve trazer-nos esperança, pois ele olha além do que somos, ou seja, ele vê o que poderemos ser em suas mãos. As videiras podem ser muito mais que meras videiras quando estas têm Deus como o seu agricultor. Este é de capaz vê-las como estarão há alguns anos.

Um ramo frágil que muitos de nós, às vezes, queremos desligar, cortar e atirar ao fogo, o agricultor poda, rega e fortifica, fazendo dele um ramo cheio de cachos que nos enche os olhos e valoriza a safra. Somos apenas um ramo em toda a vinha, porém conectados à videira verdadeira (Jesus), sob o cuidado do grande agricultor que é Deus.

3. Deus nos chamou para sermos amigos

A amizade, segundo a videira verdadeira- Cristo Jesus – é uma posição de lealdade e compromisso para com o próximo, porque entre amigos verdadeiros não existe diferença, preconceitos, apatia etc.

Quando olho para esse texto, encontro principalmente o conselho de como devemos ser como igreja, a saber, forte e frutífera, que busca a multiplicidade onde cada homem é sozinho, na casa da humanidade. O supremo agricultor quer mudar essa realidade. Como? Vivendo uma amizade leal, um relacionamento de amo, o que é totalmente possível.

Os ramos da videira verdadeira lutam para não se desconectar da fonte da ceiva da vida. O nosso chamado é aceitar o chamado da videira, para se relacionar, com o agricultor o Senhor da vinha. O Deus do cotidiano.

Deus abençoe a todos e sejam felizes.

O Natal

24 dez

O que é o Natal? Bem, para mim o Natal não é um dia ou uma comemoração, mas um sentimento. Sentimento de paz, de esperança, de renovação, de perdão, e, principalmente, de amor para o próximo.

A maioria das pessoas esquece qual o verdadeiro motivo de existir o Natal. Dia 25 de dezembro é o dia em que comemora-se o nascimento de Jesus Cristo. Então o Natal é uma data festiva? Sim, não deixa de ser uma comemoração. Mas o mais importante é o porquê. Quem foi Jesus Cristo? O que Ele pregava? Quais eram suas posturas ao lidar com pessoas, com problemas, com críticas? Porque que Ele veio ao mundo?

Jesus veio à Terra para trazer esperança. Em um mundo aonde o homem se tornava cada vez mais impuro, cada vez mais cego ao que realmente tem valor, nasceu Jesus. Ele veio para relembrar as pessoas do que realmente importa. E conseguiu. Por mais que muitas pessoas não acreditem que Ele tenha sido o filho de Deus, isso no fundo não importa!! O que importa é a pessoa que ele foi, sua inteligência. Ninguém pode negar que Jesus foi um exemplo a TODOS os seres humanos que habitam este planeta. Em todos os sentidos, desde aquela época até os dias de hoje.

Ele deu a mão a quem necessitava, sempre esteve disposto a ajudar seus amigos e inimigos. Não se considerava acima de ninguém. Não pedia nada, queria que o ouvissem mas nunca obrigou ninguém a segui-lo. Jesus sempre deu perdão aqueles que o criticavam, mesmo que não desejassem ser perdoados. Jamais foi movido por seu ego. Jesus era um ser simples, amoroso e bondoso. Em uma palavra, perfeito.

Ele perdoou quem cuspiu em sua cara e o crucificou… Porque você não pode perdoar o seu semelhante? Ao conhecer a história de Jesus acabo percebendo como somos mesquinhos e pequenos! Todos nós temos defeitos. A grande verdade é que ninguém é melhor que niguém. Precisamos aprender a nos respeitar e a aceitar o próximo. Podemos não concordar com a postura dos outros, mas devemos respeitá-la. Afinal, livre arbítrio é isso, cada um escolhe o seu caminho.

Acho que somos todos iguais, a única diferença que existe entre as pessoas é a sabedoria e o discernimento para diferenciar o que realmente importa na vida. A conta é: o valor que damos a família, amigos, conhecidos, desconhecidos, animais, etc… menos o valor que damos aos nossos bens materiais, imagem, aparência, dinheiro, etc. Se o resultado for positivo você esta no caminho certo.

Espero que esse post desperte em você uma vontade de se aproximar de Jesus e que a história Dele toque o seu coração e te influencie a melhorar. Que você passe a ajudar mais quem precisa, tenha mais boas ações, faça mais caridade… Um simples abraço, uma palavra de carinho ou um sorriso, vindos do coração, já bastam. É simples! Eu sei que ainda temos muito chão a seguir em busca da perfeição. E acho que a perfeição plena não se alcança. Mas o importante é seguir em frente! Ter Jesus como exemplo e mudar! Procurar evoluir sempre! Feliz Natal e que Jesus carregue toda sua família no colo ao soar da meia noite trazendo amor, conforto, esperança e união. Que Ele ilumine nossos caminhos em 2011! Seguiremos em frente em busca de um mundo melhor!

Fecho o post com algumas frases ditas pelo mestre Jesus…

“O olho é a lâmpada do corpo. Se teu olho é bom, todo o teu corpo se encherá de luz. Mas se ele é mau, todo teu corpo se encherá de escuridão. Se a luz que há em ti está apagada, imensa é a escuridão.”

“Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito na verdade, está pronto, mas a carne é fraca… Na vossa paciência salvai vossas almas.”

“O que queres que os homens façam por ti, faça igualmente por eles.”

“De que vale ao homem conquistar todos os tesouros da terra e perder sua alma?”

“Ame a teu próximo como a ti mesmo e não faça aos outros o que não quer que façam contigo.”

“Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.”

%d blogueiros gostam disto: